A voz Nouela

1086 0

Sabe aquela voz que você escuta uma vez e, imediatamente, para tudo o que está fazendo? E, depois, vai procurar mais sobre aquele som? Isso aconteceu comigo recentemente. Não vi Novela, e sim ouvi Nouela.

Passou os primeiros onze anos de vida na Coréia do Sul onde, influenciada pelos pais, escutava canções dos Beach Boys, Beatles, Pet Shop Boys, Kraftwerk. Mas a paixão pela música, realmente, só foi despertada, após ser “obrigada” pela mãe a frequentar aulas de piano clássico. Em seguida, mudou-se para a cidade de Seattle, nos Estados Unidos. Há pouco tempo tocava em bandas de amigos e parceiros de bairro. Sempre ligada à cena Punk, gostava de cantar alto e na cara da plateia. Até que certo dia resolveu mudar as coisas e lançou o álbum de estreia, Chants, de 2012. Daí para frente, começou a carreira solo de Nouela Johnston.

A moça, que é multi-instrumentista, além do piano, toca teclado, bateria, guitarra e alguns instrumentos de sopro. Atualmente, está em uma pegada mais Indie. O curioso de tudo isso é que foi em menos de um ano, a artista lançou algumas músicas acústicas, num formato sonoro mais lento e descobriu o que realmente gosta de fazer. Na primeira vez que a ouvi, o tom pareceu obscuro e sombrio, mas depois que aumentei o volume tornou-se um estrondo sonoro. Uma voz bela e intensa. Mesmo que alguns possam achar o contrário, ela é capaz de transformar a vida da gente com suas canções.

A minha transformação começou quando escutei as poderosas versões covers de “The Sound of Silence de Simon & Garfunkel e The House of The Rising Sun do The Animals, além da releitura fantástica de Black Hole Sun do Soundgarden que foi parar na trilha sonora do filme Caçada Mortal (A Walk Among the Tombstones) de 2014.

Todo esse universo positivo conspiratório de ótimas regravações fez com que a carreira dela desse um Boom. Ganhou mais visibilidade, aumentou o número de seguidores nas redes sociais e até já recebeu ofertas para cantar em discos de outros artistas. Foi uma bela surpresa descobrir a antes desconhecida Nouela.

Desejo que daqui para frente mais pessoas possam ouvir esse talento da música internacional e conhecer um pouco da sua história. A cantora ainda vai dar o que falar. Todas as músicas e vídeos estão disponíveis no iTunes e YouTube.

Essa semana fiz uma entrevista exclusiva com a artista e agora compartilho com vocês:

LUCAS FERNANDES: Qual seu nome completo e data de nascimento?

NOUELA JOHNSTON: Me chamo Nouela Oake Johnston e nasci no dia 29 de novembro de 1985. Tenho 29 anos.

LF: De onde você é originalmente? Qual Cidade?

NJ: Eu cresci em Seul, Coréia do Sul. Hoje moro em Seattle.

LF: Você tem pai norueguês e mãe coreana?

NJ: Meu Pai é norueguês e alemão, mas cresceu nos Estados Unidos. Minha mãe é coreana, cresceu na Coréia do Sul, e se mudou para os Estados Unidos para cursar uma universidade.

LF: Que instrumentos você toca?

NJ: Ensino piano no momento, mas já tocava bateria, guitarra e alguns instrumentos de sopro no passado.

LF: Seu estilo musical foi influenciado por Beach Boys, Beatles, Pet Shop Boys e Kraftwerk?

NJ: Não diria isso não, embora lembre do meu pai ouvindo estes artistas quando eu era criança. Ali tive meu primeiro contato com diferentes canções.

LF: Seus pais tem alguma influência sobre sua música?

NJ: Absolutamente. Meus pais são músicos. Eles me fizeram ouvir e tocar uma variedade de estilos musicais. Sou muito grata por minha mãe ter me obrigado a praticar piano clássico. Sou grata também por serem favoráveis a eu querer aprender mais sobre jazz e a cultura pop.

LF: ”Chants ”, lançado em 2012, foi seu álbum de estreia?

NJ: Eu lancei outro disco de nome “People Eating People” alguns anos antes, em uma escala menor, mas “Chants” é, sim, meu primeiro álbum com nome verdadeiro.

LF: Você tem planos de lançar um novo álbum? Quando?

NJ: Atualmente, estou trabalhando em uma série de singles e vídeos que devem ser lançados no final do mês de setembro. Mas vou dizer que estou perdendo o interesse na liberação de discos completos. Gosto mais da ideia de lançar apenas uma música por mês ou meses. Isso, para mim, parece muito mais divertido.

LF: Você poderia falar um pouco sobre a canção “Sattelite Arms”?

NJ: É uma canção pop divertida que gravei dois anos atrás e foi lançada em telefones celulares. Tenho mais planos para essa música. Talvez um vídeo que deve ser lançado ainda este ano.

LF: ”Black Hole Sun”, “The Sound of Silence” e “House of the Rising Sun”, são tuas canções favoritas?

NJ: Eu amo todas essas músicas, por isso, quando me pediram para regravá-las, eu agarrei a oportunidade na hora. Eu também adoro o desafio de transformar uma canção popular em uma versão diferente, torná-la mais triste, obscura e com um arranjo diferente.

LF: Você ficou emocionada com teu cover de ”Black Hole Sun”,  ir parar na trilha sonora do filme Caçada Mortal de 2014?

NJ: Claro! Ele foi um dos pontos altos da minha carreira musical até agora. Ver o meu nome nos créditos foi definitivamente alucinante.

LF: Seus seguidores e fãs aumentaram nas Redes Sociais, após o lançamento desta regravação?

NJ: Absolutamente. Eu não tenho ideia se eles acham que eu só faço covers, ou se já ouviram as minhas músicas originais, mas o que quer que seja, estamos juntos!

LF: Você já é uma estrela do rock?

NJ: (Risos, hahaha), não. Eu estou escrevendo isso agora na escola de música onde trabalho, enquanto as crianças estão me perseguindo para pedir doces. Estando ao redor de tantas crianças, durante todo o dia, acaba esmagando até mesmo o maior ego.

LF: Você gostaria de vir fazer shows no Brasil?

NJ: Eu adoraria tocar em shows no Brasil. Pena nunca ter sido convidada. Se a oportunidade aparecer, eu vou voando, em um piscar de olhos.

LF: Que mensagem você deixa para teus fãs brasileiros?

NJ: Fiquem atentos! Encontrem-me no Facebook! Muitas coisas excitantes ainda estão por vir!

LF: Thank you Nouela.

NJ: Thanks Lucas.

Por Lucas Fernandes

IMG_20150510_233436 IMG_20150510_232938 IMG_20150510_233110 IMG_20150510_233205

Sobre o Autor

Nenhum comentário em "A voz Nouela"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *