Viva Dancing in the Dark! Viva o Rock in Rio!

1095 0

A penúltima faixa do sétimo álbum de estúdio “Born in the U.S.A”, do cantor norte-americano Bruce Springsteen, lançado em junho de 1984, completa mais de três décadas. Quem também chega a “casa” dos trinta é o Rock in Rio, um dos maiores festivais de música do planeta.

“Born in the U.S.A”, vendeu 15 milhões de unidades só nos Estados Unidos e se tornou um dos discos mais bem sucedidos de todos os tempos, emplacando sete singles no Top 10 estadunidense. O título se refere ao tratamento recebido pelos veteranos da Guerra do Vietnã. As músicas são muito diretas, mas várias pessoas não entenderam a faixa que dá nome ao álbum. Ela foi acusada de nacionalista e ufanista, apesar de conter críticas à posição do país no conflito. Alguns anos depois, para acabar com qualquer mal entendido e reforçar o sentido original da canção, Bruce passou a tocá-la apenas com o acompanhamento do violão. Já “Dancing in the Dark”, por sua vez, foi o single de maior destaque do disco, alcançando o 2° lugar na América do Norte. Neste clipe, a jovem atriz Courtney Cox aparece dançando (essa participação alavancou a carreira dela).

Desde então, já se passaram mais de 30 anos que essas belas canções foram lançadas. Isso me fez recordar de quando eu morava em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, na Cidade Morena: que saudade! Lá tive o prazer de conhecer muitas pessoas e fazer amigos pra vida toda. Cheguei por aquelas bandas no início da década de 90 e lá fiquei por mais de treze anos. Foi durante este período que fui “apresentado” a um já senhor músico chamado, Bruce Springsteen. Pelo que recordo quem fez essa “apresentação” foi meu amigo Daniel. Lá sentados na varanda, conversando, entre um tereré e outro, ouvi pela primeira vez a música “Dancing in the Dark” com seus quatro minutos inconfundíveis.

Para mim, que não conhecia a trajetória do artista e nem nada sobre aquela canção, foi um “choque” que me fez repensar outros estilos musicais. Digo isso, pois até aquele momento, só ouvia bandas de rock e pop, mas nenhum cantor e compositor solo com grupo, no caso era o “senõr” Springsteen e a Street Band. O fato é que até hoje escuto essa canção e considero a batida viciante até para aqueles que não curtem muito o estilo.

Bruce-Springsteenbravo Dias atrás, minha esposa perguntou: Amor, que música é essa? Eu respondi: Bruce Springsteen. Ela retrucou: Gostei. Passa para o meu pen-drive? Eu disse: É claro, com prazer! Acho que ali, naquele momento, consegui mais uma admiradora para “The Boss” (O Chefe), como também é conhecido pelo público. Depois disso, ela ainda foi tirar a prova dos 30 e seguiu meu conselho de ver a apresentação do Bruce, no Rock in Rio de 2013. Como a gente não conseguiu férias em setembro para ir ao festival, o jeito foi ver em casa pela TV, tomando uma cervejinha.

Eu e Ela, sozinhos na sala, assistindo com atenção aquele momento histórico da música mundial, pois não é todo dia que se vê um show desta magnitude. A apresentação durou quase três horas e, claro, não poderia faltar a agora “nossa” favorita canção. Quando tocou “Dancing in the Dark”, o cantor foi mais uma vez impecável e incansável. Para quem viu esse show, seja pela televisão como nós, via internet ou “in loco” – tenho certeza de que vai ficar com essa imagem gravada na memória. Vamos ter que contar isso para os filhos e netos. Mais um momento da história da música que fica marcado para sempre em nossas vidas.

Mas a trilha sonora não termina aqui… Em 2015 tem mais Rock in Rio. O festival está de aniversário. São 30 anos para se comemorar e várias atrações já confirmadas nos sete dias de festa: Queen+Adam Lambert, Paralamas do Sucesso, System of a Down, Lenine+Nação Zumbi, Faith no More, Rod Stewart, Slipknot, Korn, Seal, Elton John, OneRepublic, A-ha, Katy Perry, Metallica e muitos mais.

Então Viva a Música! Viva Bruce Springsteen! Viva o Rock in Rio!

 

Vídeo: Bruce Springsteen, Dancing in the Dark

Por LUCAS FERNANDES

 

Este post e todo o seu conteúdo são de responsabilidade de LUCAS FERNANDES.
O portal Estilo Deles apenas disponibiliza o espaço na plataforma para pessoas que queiram contribuir com textos informativos, de opinião pessoal ou artigos de suas autorias. As imagens ilustrativas são adquiridas de bancos de imagens pagos ou gratuitos, ou fornecidas pelos autores, que se responsabilizam pelo conteúdo, informações e opiniões contidos em seus textos.
Quer ser um colaborador também? Entre em contato: contato@estilodeles.com.br

Sobre o Autor